terça-feira, 2 de março de 2021

Homem mata a ex, o filho e se suicida por não aceitar fim do casamento


 
Foto: Reprodução
Um homem de 50 anos é suspeito de matar a ex-companheira, de 47, o filho, de 19, e cometer suicídio na sequência, em Conselheiro Lafaiete, na região Central de Minas, nessa quinta-feira (25).

Vizinhos disseram que o suspeito do crime não aceitava o término do casamento e ameaça Gleide Dias Oliveira com frequência.

Ocorrências foram registradas pela mulher denunciando a violência sofrida. A síndica do prédio, onde a família morava, chamou a PM, após ser informada do sumiço de Gleide.

 Vizinhos relataram ter escutado um barulho, parecido com o de disparo de arma de fogo, mas pensaram que poderia ter vindo de uma obra realizada no edifício e não do apartamento deles.
 

No decorrer do dia, tentaram fazer contato com a mulher, só que as ligações chamavam até desligar. Outro ponto que despertou a atenção foi a ausência de Gleide ao trabalho. 

Conforme registrado na ocorrência, a mulher não tinha o hábito de faltar no serviço. Os moradores então suspeitaram que o ex-companheiro poderia ter feito algo. 

Os militares, assim que chegaram, chamaram com insistência no apartamento, porém não foram atendidos e arrombaram a porta.

Cápsulas de arma foram encontradas no chão e no sofá da sala. Em um dos quartos, o homem foi encontrado sem os sinais vitais sobre a cama. 

O revólver estava caído no chão. Durante as buscas em outros cômodos da residência, os militares encontraram Gleide e o filho Arthur César dos Santos mortos no banheiro.
 

Ameaças De acordo com o relato da vizinhança, o ex-marido de Gleide não se conformava com o término do casamento. A vítima teria realizado boletins de ocorrência denunciando agressões e perturbações praticadas pelo homem. 

Os registros foram realizados ainda quando moravam em Ouro Branco, que fica a 23 km de Conselheiro Lafaiete. A perícia da Polícia Civil esteve no local do crime e apreendeu aparelhos celulares, além de realizar os trabalhos de praxe.
 

A ocorrência foi encerrada na 6ª Delegacia de Plantão de Conselheiro Lafaiete. Comoção O IFMG (Instituto Federal de Minas Gerais) Campus Ouro Branco lamentou a morte do jovem e da mãe dele. 

Arthur era aluno do Curso Técnico Integrado em Administração e Gleide foi estudante do Curso Técnico Subsequente em Administração. 

“Neste momento tão difícil, manifestamos condolências e solidariedade aos familiares e amigos”, publicou nas redes sociais.


Com informações do site: agorarn