sexta-feira, 19 de março de 2021

Homem mata ex-sogra e ironiza em áudio


 
Foto: Reprodução
O Cidade Alerta estava acompanhando o caso de Raquel de 47 anos, desaparecida há mais de um mês. Na tarde desta quarta-feira (17), a polícia encontrou o corpo e prendeu o principal suspeito de matar a ex-sogra, Luciano. O corpo estava numa área de mata, no limite entre as cidades de Mairiporã e Guarulhos, na Grande São Paulo; 

Raquel morava no mesmo sítio em que Luciano, mas em casas diferentes. Ela cuidava da neta de 2 anos e trabalhava em um clube, mas estava sumida há mais de um mês. Quando a filha suspeitou do desaparecimento da mãe, ela foi até a residência e lá teria percebido que Raquel não estava na casa e o botijão de gás havia sido levado.

O ex-genro de Raquel chegou a dar entrevista e disse que a última vez que tinha visto a mulher foi no dia 8 de fevereiro. Ele contou que ela estava vendendo os pertences para comprar drogas, mas a filha da vítima desmentiu a versão do homem
Segundo uma testemunha, Luciano teria confessado que matou a ex-sogra porque ela estaria o denunciando para a dona do sítio.

O suspeito ainda teria agido com mais dois amigos. Luciano chegou a ser preso, mas foi liberado por falta de provas 
Matheus seria um amigo de Luciano que o ajudou no crime. O jovem está foragido

Uma outra testemunha, parente de Matheus, relatou que o jovem confessou ter assassinado Raquel junto com Luciano.
Ele contou que os dois criminosos usaram um carrinho para transportar o corpo já sem vida da vítima

"Ela deve estar no inferno", ironiza Luciano em um áudio. 
A testemunha contou o local em que Matheus indicou onde estava o corpo de Raquel. Era uma região de mata e próximo a Guarulhos (SP).
A polícia prendeu Luciano após uma verificação apurada, enquanto Matheus segue sendo procurado. Outras testemunhas estão sendo ouvidas.

Acompanhe esse e outros casos no Cidade Alerta de segunda a sexta-feira, às 16h45; e aos sábados, às 17h, na tela da Record TV.

Com informações do site: record tv