quarta-feira, 31 de março de 2021

Mãe é acusada de forjar ‘nudes’ de colegas da filha para expulsá-las de time


 
Foto: Reprodução
Uma mãe norte-americana está sendo acusada de fabricar fotos e vídeos comprometedores das líderes de torcida da equipe da filha adolescente, com a intenção de expulsá-las do time ou convencê-las a se matar. As informações são do jornal The Guardian e do New York Daily News.

A promotoria de Pensilvânia acusa Raffaela Marie Spone, de 50 anos, por três casos de assédio cibernético infantil e mais três de assédio. As imagens montadas mostram as meninas nuas ou de biquíni, bebendo álcool e fumando. A mulher chegou a ser detida no dia 5 de março, mas irá responder ao processo em liberdade.

Conforme a polícia, o material teria sido enviado para as treinadoras da equipe de animadoras de torcida em meados do ano passado.
 
O objetivo era fazer com que elas fossem expulsas das atividades. Mais tarde, Raffaela teria mandado as imagens para as próprias meninas, dizendo a pelo menos uma que ela deveria se matar.

Segundo os investigadores do caso, as fotos e vídeos foram criados usando fotos dos perfis de redes sociais das meninas. A filha de Raffaela está na mesma equipe das vítimas, no entanto, não há indícios de que ela soubesse das ações da mãe.

O advogado da mulher, Robert Birch, disse à WPVI-TV que não poderia comentar as acusações, porque a promotoria não apresentou nenhuma evidência.

“Ela negou totalmente as acusações”, disse Birch. Conforme Matt Weintraub, promotor do caso, caso seja condenada, Raffaela pode pegar de seis meses a um ano de prisão.

Fonte: Istoé