terça-feira, 2 de março de 2021

Mulher é rendida por 2 horas, agredida a socos e mantida em porta-malas


 
Foto: Reprodução

Mulher de 31 anos foi rendida por cerca de duas horas em assalto ocorrido na madrugada desse sábado(27), no bairro Danúbio Azul. Na ação, ela foi ameaçada, agredida a socos e colocada na porta-malas do carro, sendo abandonada na saída para Rochedo.

Em relato à Polícia Civil, ela disse que estava em jantar na rua Acrópole. Às 3h, saiu para buscar o carregador do celular que estava dentro do carro, um Palio Adventure.

Neste momento, foi surpreendia pelos dois homens, que usavam máscaras e bonés. Um deles a chutou e disse “fica quieta, vagabunda”. Eles ordenaram que a vítima entrasse no banco de trás, onde o o outro ladrão também se sentou e fazia menção de estar armado.

Eles rodaram até chegar na região da antiga Rodoviária, no centro de Campo Grande.

Neste momento, ela foi agredida com soco na boca e obrigada a ir para o porta-malas.

A vítima relata que ouvia barulho de batidas e, por último, forte estouro. Depois disso, o carro parou e ela percebeu que foi abandonada. A mulher começou a gritar até que foi socorrida e descobriu que foi deixada na rotatória na saída para Rochedo, próximo ao Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de MS), por volta das 5h.

Os ladrões levaram os cartões dela e R$ 120 em dinheiro.

 Ela disse que homem que se sentou no banco de trás era magro e tinha estrela de Davi tatuada. O boletim não deixou claro onde ficava a tatuagem. Como o veículo foi guinchado, não foi possível fazer perícia.  

Com informações do site: campograndenews