segunda-feira, 15 de março de 2021

Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos subaquáticos por rios


 
Foto: Reprodução
Do G1 - Sucuris gigantes em rios de águas cristalinas de Mato Grosso do Sul podem causar medo em muita gente. Mas, para fotógrafos subaquáticos, esses flagrantes representam, na verdade, a oportunidade de observar (e registrar) esse animais.

As expedições sempre acontecem no inverno, porque esse é o período de acasalamento da espécie, o que torna mais fácil avistá-las.

No entanto, em 2020 essas excursões foram canceladas, por conta da pandemia de Covid-19.

Debaixo d'água ou em solo firme, profissionais estrangeiros e apaixonados pela vida selvagem chegam anualmente ao estado, na região de Bonito, a 300 km de Campo Grande, em busca dos exemplares que chegam a medir 7 metros de comprimento.

Mas, diante da impossibilidade de expedições – o que consequentemente inviabiliza novas imagens desses répteis –, o biólogo Daniel De Granville tem viralizado na internet com algumas de suas fotos mais impressionantes. É ele quem guia os clientes, garantindo tanto a segurança deles quanto a das sucuris, para que elas não se sintam ameaçadas pela presença do homem.

"Deixo bem claro para os fotógrafos, que aqui não se deve chegar muito perto das sucuris e muito menos encostar nelas, até por conta da nossa legislação. Caso o animal se sinta incomodado, a expedição termina naquele momento", explicou o biólogo ao G1.

Veja as fotos: 




Ainda de acordo com Granville, a difusão das imagens das sucuris vem contribuindo para a desmistificação de que se trata de um animal é perigoso. E as, fotos que mostram tantos detalhes, ajudam no avanço das pesquisas científicas.

"Depois que começamos a exibir fotos assim, os turistas que vêm a Bonito e região têm mostrado mais interesse e curiosidade em ver de perto esses animais", afirma.

Com informações do site: G1