sexta-feira, 26 de março de 2021

Vídeo: filha denuncia que mãe não recebeu vacina no Pará


 
Foto: Reprodução
Um vídeo que está circulando na internet mostra uma idosa sendo vacinada contra a Covid-19 no município de Abaetetuba, no nordeste paraense. Porém, de acordo com denúncia da filha da senhora, não tinha líquido dentro da seringa.

A filha da idosa, que não teve o nome divulgado, denuncia o caso. “Eu quero denunciar essa equipe que está na barraca de Santa Rosa, que eles não aplicaram a vacina na minha mãe. O aparelho (seringa) veio vazio e eles só furaram ela, não tinha liquido na seringa. Na hora que fomos reclamar, o responsável falou para explicarem o que aconteceu e a moça que aplicou disse que a seringa estava com ar, por isso não introduziu ate o final, mas eu não tinha liquido na seringa”.

Ela continua dizendo, que vai denunciar o caso, pois a mãe tinha que ser vacinada. “A minha mãe foi enganada e assim como foi ela, eles já engaram outros idosos, teve gente não filmou, teve gente não levou acompanhante. Essa situação precisa chegar nas autoridades”, finaliza.

De acordo com boletim divulgado no início da noite de quarta-feira (24) pela Prefeitura de Abaetetuba, 6.475 casos já foram confirmados no município e foram registrados 142 óbitos em decorrência da Covid-19. Até quarta-feira,  7.143 doses tinham sido aplicadas no município. 

Através de nota, a Prefeitura de Abaetetuba informou que recebeu, no início da tarde de hoje (25), a denúncia sobre suposta fraude na aplicação da vacina contra a Covid-19.
A acusação, acompanhada de um vídeo no qual supostamentea vacinadora não realiza a aplicação em uma idosa no posto de vacinação da Barraca de Santa Rosa, encontra-se em apuração pela Administração Municipal. 

A nota afirma, ainda, que tão logo a denúncia foi recebida, a Secretaria Municipal de Saúde foi acionada para dar início à apuração e proceder no sentido de ouvir a técnica acusada bem como, a supervisora do posto e a coordenação de imunização, para que a conduta seja apurada e sejam adotadas as providências cabíveis e as devidas sanções no caso de efetiva interferência na vacinação. 

A Prefeitura de Abaetetuba orienta que, havendo qualquer irregularidade na vacinação, a população deve acionar a Ouvidoria Municipal (Rua Siqueira Mendes, 1359), pelo e-mail ouvidoria@abaetetuba.pa.gov.br ou pelo telefone (91) 99197-3411.

Veja o vídeo diarioonline