terça-feira, 13 de abril de 2021

Homem paga R$ 1 mil a técnico para não consertar celular e evitar que esposa descubra infidelidade


 
Foto: Reprodução
Mais um vídeo com história de infidelidade viralizou no TikTok. Desta vez, um técnico de manutenção e conserto de celulares, recebeu uma demanda diferente das habituais. A proposta foi de US$ 200 – cerca de R$ 1.100, para não reparar um aparelho. O pedido veio de um cliente que ficaria em apuros caso o celular voltasse a funcionar e a esposa descobrisse uma infidelidade até então sem provas.

O técnico é um americano que tem um pequeno negócio na cidade de Lafayette, no estado da Luisiana, nos EUA e alimenta um perfil no TikTok, onde compartilha conteúdos sobre seu trabalho. Na publicação em questão, o homem mostrou o estado do celular quando chegou com a tela bastante danificada e sem funcionar. Porém, ao abrir o aparelho, o técnico encontrou um bilhete inusitado que foi o ponto alto para o vídeo viralizar e alcançar milhões de espectadores na rede social.

@sadam299

Guys don’t drink too much in Saturday’s nights🤣🤣🤣🤣 #cheater #fyp #phonerepair #cheatonher #foryoupage #screenrepair

♬ if its up then its yonce - Jurk

“Por favor, não conserte meu celular! Minha esposa vai me matar. Fique com os 200 dólares para você. Obrigado”, dizia o recado acompanhado com o dinheiro. O técnico aceitou o suborno e compartilhou a história com seus seguidores dizendo que “ama quando os clientes traem suas namoradas”.


Por outro lado, a repercussão teve um tom negativo quando alguns comentários reprovavam a atitude do técnico e cobravam uma exposição do traidor. “Pegue o dinheiro, conserte o telefone, depois mostre para a esposa”, aconselhou um internauta. “Exponha-o” e “A mulher merece saber”, foram outras dentre as muitas declarações nesse sentido.

Outras pessoas, gostaram do enredo e brincaram com a situação. “Eu guardaria o dinheiro, mostraria o bilhete para a esposa e perguntaria o quanto ela estaria disposta a me dar para consertar o telefone”, dizia um dos planos mirabolantes para o desdobramento da história.


Com informações do site: Macajuba Acontece