quinta-feira, 1 de abril de 2021

Instituição promove campanha de auxílio a profissionais durante a pandemia


 
Foto: Reprodução
A Associação de garota de programa da Itália lançou uma campanha de auxílio para as profissionais do *** da Bahia, categoria que tem passado dificuldades devido às restrições impostas pela pandemia da Covid-19.

Em parceria com a Instituição Beneficente Conceição Macedo (IBCM), a associação busca arrecadar fundos para ajudar cerca de 120 profissionais. Em entrevista para o programa Isso é Bahia, da rádio A TARDE FM (103.9), o gerente administrativo do IBCM, Alfredo Dorea, descreveu o cenário enfrentado por muitas dessas profissionais durante o toque de recolher vigente em todo o estado.

“Muitas dessas profissionais estão abandonadas.
Por conta das restrições de trabalho nesta pandemia, e com o trabalho na rua como única fonte de renda, muitas delas não tem sequer o que comer. Com o toque de recolher elas não tem nenhum modo de arrecadar recurso e nós conseguimos, graças a algumas pessoas solidárias, arrecadar alimentos que distribuímos entre essas profissionais. São normalmente jovens, mulheres, transexuais e travestis em situação de vulnerabilidade. Informamos a alguns órgãos públicos e até o momento não teve nenhuma ajuda efetiva”, informou.

Um alento para a manutenção do programa social veio com a parceria com a associação italiana, que tem sede na cidade de Trieste, costurada por uma voluntária italiana que reside na capital baiana.

“Fizeram uma vaquinha online com o objetivo de arrecadar fundos e as meninas da Itália promovem um encontro virtual onde trocaremos informações, teremos um momento cultural e artístico e vamos ajudar essas trabalhadoras em situação de vulnerabilidade”, pontuou.

Alfredo reiterou ainda a necessidade de conscientização através de campanhas como esta e do dialogo com a sociedade para minorar o preconceito vivido por muitas trabalhadoras da categoria, sobretudo as transexuais e travestis.

“Tem muita discriminação e preconceito sobretudo nesse momento moralista que o país vive. Mas é bonito ver também quanta gente tem se sensibilizado com a situação e ajudado essas meninas”.

A Instituição Beneficente Conceição Macedo (IBCM) atua em Salvador desde 1989 quando sua fundadora, Maria Conceição Macedo dos Santos, alugou os primeiros quartos para alojar os pacientes portadores do vírus HIV/AIDS que tinham alta no hospital em que ela trabalhava como auxiliar de enfermagem.

Os interessados em participar da vaquinha online podem acessar aqui.

Com informações do site: itingatv blogspot