sábado, 10 de abril de 2021

Populares se revoltam destroem delegacia para matar estuprador de criança


 
Foto: Reprodução
Na noite do último domingo (20), populares do município de Barreirinha, a 331 KM da cidade de Manaus, realizaram um ato de protesto após uma criança de apenas um ano morrer por ter sido estuprada pelo padrasto, com o consentimento da mãe. 

O ato realizado tinha no intuito de fazer o estuprador sair do local, para que fosse espancado até a morte pelo cruel crime que cometeu. No entanto, policiais interviram no linchamento, e iniciou um confronto entre a população e a polícia.
 
Para controlar o confronto, policiais do município de Parintins foram à Barreirinha dar reforço. Diversas pessoas foram baleadas, dentre elas um está em estado grave e um não resistiu aos ferimentos e morreu no caminho do hospital.

As informações é do Portal CM7.