sexta-feira, 2 de abril de 2021

POSSUÍDO? HOMEM DIZ QUE ESTAVA COM ‘O DEMÔNIO NO CORPO’ APÓS MATAR MULHER A PAULADAS


 
Foto: Reprodução
Miranyl Santana da Hora, de 35 anos, foi morta a pauladas por um homem na madrugada desta segunda-feira (29/3). Segundo a TV Santa Cruz, os dois estavam em uma festa realizada na área abandonada de um hotel fazenda na cidade de Olivença, no sul da Bahia.

Antes de cometer o feminicídio, o suspeito teria dito que estava “com o demônio no corpo”.

De acordo com a polícia, Miranyl e o suspeito, identificado como “Danilo da Usina”, teriam flertado durante a noite. O homem tem uma vasta ficha criminal – incluindo envolvimento com homicídios e tráfico de drogas.

O delegado Evy Pasternostro, coordenador da Polícia Civil de Ilhéus, relata que Miranyl teria dito algo que o homem não gostou, e então ele pegou um pedaço de pau e atacou a mulher.

“Eles estavam no local, bebendo, a vítima e outras pessoas. No momento da agressão, ela teria dito alguma frase a ele, que disse ‘estar com o demônio no corpo’. Ele matou a mulher, agrediu uma testemunha e acabou pegando no sono logo depois, possivelmente por estar fazendo uso de drogas”, disse o delegado ao portal G1.

Uma amiga de Miranyl estava no momento do crime e tentou defendê-la.
Ela acabou sendo atingida por pauladas que feriram seu braço. A colega, no entanto, conseguiu fugir e chamar a polícia.

Danilo foi encontrado deitado em um colchão, na área externa do imóvel, e foi preso. De acordo com o delegado, ele esteve preso no ano passado por outros crimes, mas estava em liberdade provisória.

“Ele é um homem perigoso, bandido, envolvido em homicídio e tráfico de drogas. Estava preso em 2020, mas o juiz havia concedido liberdade provisória em todos os processos. Agora, o juiz da Vara do Tribunal de Ilhéus já decretou a prisão preventiva e ele voltou para a cadeia”, afirmou.

Com informações do site: É Coisa Viu