sábado, 10 de abril de 2021

Vídeo: Homem que ofendeu motoboy em 2020 é filmado cometendo nova injúria racial


 
Foto: Reprodução
O contabilista Mateus Abreu Almeida Prado Couto, que viralizou em um vídeo em agosto de 2020 após fazer ofensas racistas a um entregador de aplicativo em Valinhos, no interior de São Paulo, voltou a ser acusado pelo mesmo crime ao atacar verbalmente funcionários de um mini mercado no distrito de Barão Geraldo, na vizinha Campinas.

O vídeo com as cenas, gravadas na tarde desta sexta-feira (9), foi registrado por pessoas que estavam no local e postado nas redes sociais. 

Nas imagens, é possível ver Mateus na calçada em frente ao estabelecimento. Ele estava sem máscara, e por diversas vezes xinga funcionários do mercado ele diz que é nórdico - referindo-se à região da Europa dominada por pessoas brancas. 

Além disso, ele aponta para a própria pele fazendo menção a ser branco e o funcionário, negro.

 

Ele havia ido até o local pela manhã e se irritado com os funcionários depois de ser impedido de entrar no estabelecimento sem máscara. Mateus teria colocado uma camiseta cobrindo o nariz e a boca, entrou, fez a compra dele e foi embora. Mas ele teria voltado horas depois, e exaltado fez diversas ofensas. 

"Ele dizia que atendíamos muitos clientes negros e que nós roubávamos os clientes. Além de fazer menção a questão de ele ser branco. Ele estava muito descontrolado e ficou cerca de 30 minutos em frente ao mercado nos xingando", acrescenta Diego Brasa, filho dos proprietários do mercado.

Em outra ocasião, o homem já foi inocentado pela Justiça por uma falsa acusação de furto por conta de um laudo atestando um quadro de esquizofrenia. 

Diego explica que a família ainda não registrou boletim de ocorrência contra Mateus, mas afirmou que a mãe vai a uma delegacia para fazer o registro. 

Com informações do site: JD1 Notícias