segunda-feira, 3 de maio de 2021

Brasileira é acusada de matar jogador na Itália após suposta briga


 
Foto: Reprodução
Uma brasileira está sendo apontada como a principal suspeita da morte do ex-jogador de 22 anos, Samuele De Paoli, em Perugia, na Itália.

O rapaz, que teve passagem pelo Bastia 1924, clube que disputa a série D do Campeonato Italiano, foi encontrado sem vida na manhã da última quarta-feira (28) por policiais.

De acordo com o jornal Mundo Deportivo, a polícia prendeu uma brasileira, descrita pela mídia italiana como “pessoa trans”. A moça teve um encontro com o ex-jogador e uma briga violenta no dia da morte.

Segundo a brasileira, a briga entre os dois teve começo no carro da mãe da vítima, e continuo do lado de fora.
A moça, que não teve o nome revelado, conta que os dois caíram na vala onde o corpo de Samuele foi encontrado.

Em depoimento à polícia, a brasileira afirma que quando saiu do local ele ainda estava vivo.

O jogador foi encontrado com vários hematomas no rosto e escoriações no corpo, principalmente no pescoço. A investigação aguarda a autópsia para determinar a causa da morte.

Com informações do site: Bahia