quinta-feira, 27 de maio de 2021

Casal é preso suspeito de abusos em rituais espiritualistas: Veja detalhes.


 
Foto: Reprodução
A Polícia Civil de Palhoça, na Grande Florianópolis, prendeu preventivamente um casal na manhã desta segunda-feira (24/5) suspeito de abusar de mulheres durante rituais espiritualistas na cidade. Ao menos quatro foram vítimas do casal, informou a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami) após deflagrar a 'Operação Capa Preta'.

De acordo com as investigações, as mulheres relataram que o casal realizava jantares com bebidas alcoólicas na residência deles e depois iniciavam os atendimentos espirituais.

O homem preso dizia estar sob influência espiritual de uma entidade chamada 'Capa Preta' e agia sob o comando e autorização da própria mulher, também detida.

"Eram realizados atendimentos e o 'banho de descarrego', em que as mulheres seriam convencidas por ela [mulher presa] a entrarem no banheiro nuas e, após o banho, eram abusadas pelo preso", informou a polícia em nota.

Algumas vítimas disseram que os abusos ocorreram com violência e sob ameaças descritas como, por exemplo, "se você não deixar fazer isso, a entidade irá desgraçar sua vida”, detalhou a Polícia Civil.

Os presos são investigados pelos crimes de violação mediante fraude e estupro. Também foram realizadas buscas no local onde os rituais aconteciam para juntar provas para a investigação. Outros detalhes não foram divulgados pela polícia.

Denúncias

Após a operação, a polícia divulgou o canal de denúncias. Além da Dpcami em Palhoça, vítimas podem entrar em contato no Disque 100 e 181 ou acessar a delegacia virtual no site da Polícia Civil. Os agentes também disponibilizaram um WhatsApp (48) 98844-0011 para contato.

PORTAL  SBN |  COM INFORMAÇÕES DO G1