segunda-feira, 3 de maio de 2021

Máscara virou aliada até na hora de “disfarçar” a cara amarrada


 
Foto: Reprodução
Quem, nesse último ano, não foi totalmente enganado pelas máscaras? Quem não ficou curioso para saber como é a fisionomia do outro ao vê-lo pela primeira vez? Pois é, esse é um dos principais reflexos comportamentais, digamos assim, do uso obrigatório de máscaras.

Apesar da obrigação, muita gente tem se aproveitado dessa obrigatoriedade para transformar a máscara no que sempre foi o óculos escuro: um acessório para esconder o rosto. Dá pra disfarçar até aquela cara amarrada ou de tédio numa conversa, ela esconde também a fisionomia cansada de quem abusou dos pileques na noite anterior, e por aí vai...

Na enquete publicada ontem no Campo Grande News, maioria, 58% dos leitores, disseram que “sim”, a máscara virou o novo óculos escuro, já 42% responderam que “não”.

A pesquisa confirma a percepção das pessoas na rua. Marcos Vinicius Álvarez, de 21 anos, concorda que a máscara também pode estar sendo usada como um acessório mais eficiente para “se esconder”.

“Eu acho que sim, que as pessoas aproveitam de usam. Eu já me surpreendi várias vezes com a fisionomia das pessoas”, opina.

Sua colega, a estudante de psicologia Gabrielly Malavazi, de 20 anos, aproveita o gancho para contar uma história curiosa. “Eu comecei a fazer estágio na pandemia e conheci todo mundo já tendo que usar máscara. No último dia, após seis meses, fizemos uma dinâmica com segurança para que justamente víssemos o rosto um dos outro. Foi bem engraçado. Tinha gente que eu não fazia ideia que o rosto era daquele jeito”.

A experiência de Gabrielly só reforça a ideia de que a máscara é eficiente em nos esconder, cabe a cada um usar isso a seu favor, como é o caso da fotógrafa Julia Palandi, que também acha que a máscara é o novo óculos escuro.

“Eu mesmo gosto de usar máscara é óculos escuro ao mesmo tempo, me sinto invisível", ri. "É melhor porque não preciso pensar muito na minhas expressões, algo que fazemos com óculos também”, acrescenta.

Já Elson Ferreira, mesmo de óculos escuro e máscara, não concorda com essa hipótese. “Acho que máscara é uma obrigação, por isso usamos”.

Seja propositalmente ou não, há de se admitir que a máscara pode ter sim esse papel sempre atribuído aos ósculos escuros, cabe a nós aproveitar ou não.

Com informações do site: Campo Grande News