sexta-feira, 7 de maio de 2021

Mulher é presa suspeita de dar 92 golpes contra empresa que trabalhava


 
Foto: Reprodução
Goiânia – Uma analista financeira de 29 anos foi presa suspeita de furtar cerca de R$ 150 mil da empresa de eventos em que trabalhava em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, em oito meses, ela deu 92 golpes no estabelecimento, por meio de notas emitidas no próprio nome, mas que apareciam como se fossem outras pessoas.

A mulher foi presa preventivamente nessa quarta-feira (5/5). De acordo com as investigações, ela tinha total confiança dos chefes e atuava sozinha no departamento, sem supervisão, o que facilitou para que ela cometesse os crimes. Com ela, foram apreendidos um notebook e um celular, que teriam sido comprados com dinheiro desviado.

Segundo a polícia, a mulher gastava quase tudo o que desviou com viagens e itens de beleza. A mulher foi presa no Setor Leste Vila Nova, região central de Goiânia.

Conforme a investigação, a mulher se aproveitava da condição de analista financeira do grupo para emitir boletos em seu favor, também se utilizando de uma empresa criada para facilitar os desvios. Além disso, maquiava os comprovantes fiscais objetivando o encobrimento de suas ações.

Durante a investigação, os policiais civis constataram que a suspeita também era investigada por outra delegacia da capital, havendo fortes elementos de que também praticara a mesma conduta em face de um grupo de construtoras.

A Polícia Civil ainda deve periciar os equipamentos apreendidos com a mulher. Também será investigado se ela tinha algum parceiro no esquema criminoso.


Com informações do site: Metrópoles