quinta-feira, 20 de maio de 2021

Três homens são mortos na fronteira e polícia suspeita de “justiceiros”


 
Foto: Reprodução
Três homens foram executados na noite desta segunda-feira (17) na faixa de fronteira do Paraguai com Mato Grosso do Sul. As mortes ocorreram em pontos diferentes do município de Yby Yaú, no Departamento (equivalente a Estado) de Concepción. A região fica a 100 km de Ponta Porã (MS). 

Em pelo menos um dos ataques a polícia paraguaia suspeita de ação dos chamados “Justiceiros da Fronteira”, grupo de extermínio responsável por dezenas de assassinatos nos últimos anos na linha internacional.
Os alvos eram suspeitos de roubos e furtos.

Na colônia Ñepytyvõ, foram encontrados dois corpos. As vítimas ainda não foram identificadas. Os dois homens foram mortos com tiros na cabeça e a golpes de facão e os corpos deixados em uma estrada vicinal. Inicialmente existia suspeita de que se tratavam de pai e filho, mas essa informação foi descartada.

Sobre o peito de um dos mortos foi deixado pedaço de papelão com a frase “Não roubar”.
O facão foi usado como peso para o bilhete não ser levado pelo vento.

Já no perímetro urbano de Yby Yaú, quatro homens armados tentaram sequestrar Reinaldo Deleón em sua casa. O morador de 29 anos resistiu e foi morto a tiros de pistola 9 milímetros. Com um facão, os criminosos ainda tentaram cortar a cabeça da vítima. A polícia ainda não informou se existe ligação entre as execuções.

Com informações do site: campo grande news