terça-feira, 15 de junho de 2021

Advogada é presa suspeita de tramar morte do ex-namorado


 
Foto: Reprodução

Uma advogada de 33 anos foi presa suspeita de participação na morte do ex-namorado. O crime aconteceu na manhã desta segunda-feira (14) em Sooretama, no Norte do Espírito Santo. O atual namorado dela é suspeito de ter executado a vítima.

A investigação da Polícia Civil aponta que Sara Rocha atraiu a vítima, Alexandre Nascimento, de 38 anos, até o município.
No local, ele teria brigado com o atual namorado de Sara, Paulo Henrique Lourete, de 32 anos, e foi morto a facadas.

“Ela comprovadamente atraiu a vítima e o atual namorado dela executou a vítima com várias facadas”, contou o delegado Fabrício Lucindo.

Durante a discussão, Alexandre levou seis facadas e morreu no local. Paulo também se feriu e foi socorrido para o Hospital Geral de Linhares (HGL).

De acordo com Lucindo, a advogada e Alexandre tinham um relacionamento conturbado e vários registros de crimes pela Lei Maria da Penha.

A mulher foi encaminhada para a Delegacia de Linhares e uma representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) conversou com ela. De acordo com o delegado, ela será encaminhada ainda nesta segunda para o Centro de Detenção de Cariacica.

O suspeito de assassinar Alexandre está internado com escolta policial.

Segundo o delegado Fabrício Lucindo, chefe da Delegacia de Linhares, a advogada prestou depoimento durante a tarde e negou ter participado do crime. Sara conta que ouviu a briga e foi até o local para apartar, mas ao chegar viu o ex-namorado morto e o companheiro ferido.

No final do dia, a Justiça mandou soltar o casal. Segundo o juiz André Bijos Dadalto, os dois têm bons antecedentes, trabalho e residência fixa. Além disso, o magistrado destacou que a advogada tinha uma medida protetiva contra a vítima e que, na versão dela, o companheiro agiu em legítima defesa.

Com informações do site: G1