terça-feira, 1 de junho de 2021

Suspeito de matar médico foi ao funeral da vítima consolar a família e suas atitudes causam impacto


 
Foto: Reprodução
Uma mãe que acabou de perder o seu filho concedeu entrevista para um canal de comunicação e contou mais detalhes sobre como o principal suspeito de ter causado a morte do médico Andrade Lopes Santana, de 32 anos, agiu diante dela. O médico nasceu no Acre, mas estava residindo na Bahia quando o crime aconteceu.

Dormitília Lopes contou que o principal suspeito a abraçou e chorou quando a viu.

Ela contou que o seu filho estava desaparecido desde o dia 24 de maio e foi encontrado amarrado a uma âncora, já sem os seus sinais vitais.

“Ele me abraçou, chorou comigo, dizia que sentia minha dor”, contou a mãe.

Ela ainda disse que questionou o porquê dele ter matado o filho dela, e o suspeito apenas balançou a cabeça.

Dormitília ainda revelou que muitos gritavam que ele era um ‘assassino’ e que só não houve linchamento devido as autoridades estarem presentes.

Geraldo Freitas está preso. Ele foi o responsável por registrar o desaparecimento do amigo.

A mãe ainda declarou que não conseguia ter rancor, ódio ou qualquer desejo de vingança. Para ela, o único caminho é perdoar.

O suspeito do crime estudou medicina com Andrade em uma faculdade na Bolívia. Os dois haviam se mudado para o interior da Bahia para procurar maiores oportunidades de trabalho.
As autoridades continuam a investigar o caso.

Foi identificado que Geraldo comprou a âncora em que o corpo de Andrade estava preso. Contradições também foram encontradas em seu depoimento.


Com informações do site: ATUALIDADES.CLUB