quarta-feira, 7 de julho de 2021

Blocos afro e afoxés podem não desfilar no Carnaval de 2022


 
Foto: Reprodução
Em reunião realizada nesta segunda-feira (5), entre os principais blocos afro e afoxés de Salvador, foi pontuado que as entidades podem não desfilar no Carnaval de 2022.

O grupo formado por Ilê Aiyê, Filho de Gandhy, Malê de Balê, Cortejo Afro e Muzenza, optou por não participar da folia ‘por não haver tem hábil’ para organizar a saída dos cortejos.

“Nós do Bloco Afro não estamos vendo chance de acontecer. A geste se prepara para o Carnaval desde a quarta-feira de Cinza, depois do último dia de festas. Não começamos a organizar nada ainda. Somo um bloco com mais de 2.000 pessoas. Blocos tem festival de música antes, todo uma organização… Como vamos conseguir fundos de uma hora pra outra”, explica Vovô, presidente e fundador do Ilê.

Nas últimas semanas, Bruno Reis (DEM), prefeito de Salvador, tem declarado publicamente seu interesse de organizar a festa no ano quem vem. Com esse anúncio, alguns blocos e camarotes iniciaram as vendas de camisas e passaram a se preparar para possível evento.

Com informações do site: SALVADOR NOTICIA