sexta-feira, 16 de julho de 2021

Dentista é preso acusado de praticar ato na frente de adolescente


 
(Foto: Reprodução)
A Polícia Militar de Juiz de Fora (MG) prendeu, na segunda-feira (12/7), um dentista de 34 anos, pelo crime de importunação. Ele foi denunciado por uma paciente adolescente, de 17 anos. A informação é do portal Tribuna de Minas.

A polícia foi acionada pela mãe da vítima e compareceu ao local. De acordo com os relatos da menina, o homem teria abusado no consultório, na presença dela.

A vítima iniciou seu relato dizendo que havia comparecido há cerca de um mês ao estabelecimento para apertar seu aparelho. No entanto, ela teria retornado naquela data por achar necessário um novo ajuste.

Durante o atendimento, entretanto, ela observou que o dentista estaria utilizando apenas uma das mãos. Em seguida, ouviu um barulho e, ao olhar para o lado, percebeu que o profissional estava se tocando.

Ainda de acordo com as declarações da adolescente à polícia, o dentista teria se assustado e coberto o órgão genital com o jaleco. A jovem acrescentou que deixou o consultório correndo e contou à sua mãe, que acionou a PM.

Já o dentista, de acordo com o boletim de ocorrência, teria confirmado aos policiais que havia feito o ajuste no aparelho bucal da paciente, mas negou ter feito o ato na presença dela. Ele ainda disse que a adolescente havia saído normalmente de sua sala e que só soube da denúncia após ouvir um “falatório do lado de fora”.

Com informações do site: TRIBUNA DE MINAS