quinta-feira, 8 de julho de 2021

Depois de pagar pensão por dois anos, pagodeiro Rodrigo Fernando descobre que não é pai da criança


 
Foto: Reprodução
O pagodeiro de 43 anos, Rodrigo Fernando do Amaral Silva, nacionalmente conhecido como Rodriguinho, está prestes a lançar um livro. Mais especificamente, uma biografia que trará detalhes da vida ‘polêmica’ do artista que ficou conhecido ao integrar o grupo de pagode ‘Os Travessos’ na década de 1990.

Segundo informações do quadro ‘Hora da Venenosa’, do programa ‘Balanço Geral’, da Record TV, uma das histórias contadas no livro, que leva o nome de Rodriguinho, surpreendeu até mesmo os fãs do cantor. Um vídeo nas redes oficiais do pagodeiro conta a história, mas sem dar o desfecho.

O fato é que ele registrou e pagou pensão por dois anos para uma criança que, na verdade, não era seu filho. Instruído por Thaís Gattolin – ex-integrante da banda Axé Blond e sua mulher na época – ele fez um exame de DNA que comprovou que não era o verdadeiro pai.

O livro relembrará também episódios em que o artista foi acusado de agressão, como lidou com as dívidas, chegou a ser despejado e ter que morar na rua!  

“Hoje trago para vocês mais uma grande novidade que preparei com muito carinho… Em breve minha biografia estará disponível, com fatos da minha vida pessoal e carreira que nunca contei a ninguém!“, disse.

“Contendo algumas histórias que esses mais de 30 anos de estrada me proporcionaram… Acho que muitos vão se surpreender… E ai, será que você realmente conhece o Rodriguinho?”, questiona ele no Instagram.

Com informações do site: BALANÇO GERAL