segunda-feira, 12 de julho de 2021

DJ Ivis: Quem são o homem e a mulher que aparecem nas imagens testemunhando os espancamentos contra Pamella Holanda?


 
Foto: Reprodução
Além das barbaridades cometidas por DJ Ivis contra a esposa na frente da própria filha, os vídeos compartilhados por Pamella Holana no último domingo (11) chamam atenção para o fato de que as agressões foram presenciadas por pelo menos um homem e por uma mulher. Ambos são consideradas testemunhas oculares, isto é, eles viram tudo o que aconteceu e, conforme a prática nestes casos, devem depor na Polícia e, possivelmente, na Justiça. 

Nas imagens, o homem de camisa cinza e bermuda, e uma mulher também de camisa na cor cinza e usando máscara veem toda a agressão, mas se interferem muito pouco, não impedindo que Ivis bata em Pamella. Em uma das cenas, a mulher de camisa cinza e máscara aparece no meio entre vítima e agressor. Em outro momento, a mulher pega a filha de Pamella no colo para tentar acalmar a criança.  

No caso do homem que também é testemunha, no vídeo, ele, aparentemente, fala algumas frases, mas em momento algum segura Ivis para evitar o espancamento. Pelo contrário, ele apenas assiste as agressões e sai. Depois, ele volta, fica parado em uma porta e, mesmo quando Pamella é derrubada por Ivis, o homem nem sequer ajuda Pamella a levantar do chão.

Ainda não se sabe a identidade nem do homem nem da mulher que aparecem nos vídeos. Certamente, os investigadores vão pedir o depoimento dos dois. Eles devem responder o que mais viram, além do registrado pelas câmeras, desde quando Ivis batia em Pamella e por que eles não ajudaram Pamella a denunciar as agressões sofridas.  

Pamella reclama de falta de ajuda

Em depoimento publicado nas redes sociais nesta segunda-feira (12), Pamella não cita nomes, mas reclama de não ter sido ajudada por quem flagrou as agressões. "Eu me calei por muito tempo! Eu sofria sozinha com minha filha, sem apoio até dos que se diziam estar ali pra ajudar, que eram coniventes e presenciavam tudo calados sem interefir com uma desculpa que eu tinha que aguentar calada porque era o 'jeito dele ', era esse o' temperamento dele 'e que se eu quisesse viver com ele térios que me sujeitar e ser submissa", disse Pamella, em seguida, pedindo para que as mulheres "não se calem" diante de agressões. 

Entenda o caso

No último domingo (11), Pamella Holanda publicou nas redes sociais vídeos que mostra ela sendo agredida pelo ex-marido, o DJ Ivis, que trabalhou por muitos anos com o cantor Xand Avião, até ser demitido após as agressões se tornarem públicas.  

Em resposta, DJ Ivis disse que era ameaçado por Pamella e apresentou um boletim de ocorrências que teria sido registrado em março, no qual ele relata que ela não aceitava o fim do relacionamento. 

Com informações do site: RADIO JORNAL