quarta-feira, 7 de julho de 2021

Fazendeiro acusado de ajudar Lázaro vira réu na Justiça


 

Juíza aceitou denúncia, mas mandou soltar proprietário de terras para que ele responda ao processo em liberdade

A juíza Luciana Silveira aceitou nesta quarta-feira (7) uma denúncia do Ministério Público contra o fazendeiro Elmi Caetano Evangelista, acusado de ajudar Lázaro Barbosa Sousa a fugir de forças de segurança. Após torná-lo réu, a juíza mandou soltá-lo, para que responda ao processo em liberdade.

Segundo a polícia, o fazendeiro teria impedido a entrada da polícia me suas terras em meio às buscas por Lázaro, que ficou foragido por 20 dias. Lázaro foi achado e morto em 28 de junho pelas forças de segurança do estado de Goiás.

O caso segue em investigação. A polícia apura se Evangelista teria sido o mandante da chacina que Lázaro cometeu em Ceilândia, no Distrito Federal, em 9 de junho. Quatro pessoas de uma mesma família foram mortas. Uma das hipóteses é de que o crime esteja ligado a uma disputa de terras na região.

A defesa do fazendeiro não comentou a acusação de que ele teria acobertado Lázaro, mas rechaçou a suspeita de que ele seja o mandante da chacina de Ceilândia.


Com informações do site: nexojornal