quinta-feira, 8 de julho de 2021

Homem causa incêndio em briga com a mulher e destrói vila de casas


 
Foto: Reprodução

Quatro casas de uma vila no Jardim São Conrado ficaram destruídas após briga de casal terminar incêndio na madrugada desta quarta-feira (7). Sem roupas, móveis nem mesmo comida, moradores pedem ajuda para retomar a vida. Até um filhotinho ficou abandonado no local. 

Testemunhas contaram que por volta das 1h30, o casal que mora há seis meses no local começou a discutir. Depois de ameaçar a mulher de morte, o suspeito saiu rapidamente do local e pouco depois, vizinhos foram surpreendidos pelo fogo e fumaça. “Eu estava dormindo, saí de casa correndo só de pijama.
Fiquei assustada”, lembra a auxiliar de serviços gerais, que prefere não se identificar, dona de uma das casas vizinhas. 



O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas o fogo se alastrou rapidamente, sem restar tempo para que os moradores das quatro casas da vila pudessem salvar algo. Em uma das residências, um casal perdeu R$ 3 mil do salário que havia recebido no dia. As mulheres, que são de Corumbá e não têm família em Campo Grande, moravam no local há 8 anos. 

“Minha principal preocupação é com elas porque não têm ninguém aqui.
Nunca me deram problema e nunca atrasaram o aluguel. É uma tristeza”, comenta a locatária dos imóveis, Cristina Garcia de Souza, de 54 anos. 

Por causa do incêndio o telhado da vila caiu e os bombeiros comprometeram a estrutura. Em imagens feitas no local é possível ver móveis e a estrutura das residências completamente destruídas. “O bem material a gente dá um jeito porque isso não vai acabar com a nossa fé, mas ele ter colocado a vida de todas as pessoas em risco é a pior coisa”, comenta Cristina.

Na tarde desta quarta-feira (7), a reportagem do Campo Grande News esteve no local e teve acesso à casa onde o incêndio começou. Quando entrou na sala, perto de um colchão jogado no chão encontrou o filhote de cachorro deitado assustado e com queimaduras pelo corpo.
 


Ele estava em uma caixa de papelão e Natália, pegou o animal para levar ao veterinário. "Vou levar ele no veterinário, mas infelizmente não posso ficar com ele. Vou passar o cartão, mas preciso de ajuda. Não tenho condições de ficar com ele.", declarou.

Agora, os moradores pedem ajuda e doações.
Quem puder colaborar pode entrar em contato pelo telefone (67) 99334-5234 e falar com Natália tanto para doações de roupas, móveis, alimentos quanto para adotar o cachorrinho que ficou com ela.

O caso foi registrado na 6ª Delegacia de Polícia Civil e o autor do incêndio preso em flagrante. 

Com informações do site: campograndenews