quarta-feira, 21 de julho de 2021

Homens encapuzados e armados sequestram mulher em Salvador; vítima teria sido levada por engano


 
Foto: Reprodução

Quatro homens sequestraram uma mulher na porta da casa dela, no bairro Alto do Cabrito, região do subúrbio ferroviário de Salvador. O crime aconteceu na manhã desta sexta-feira (16). A vítima foi liberada duas horas depois e não sofreu ferimentos. Investigações apontam que os bandidos a levaram por engano.

Uma câmera de segurança registrou a ação. Nas imagens é possível ver quando quatro homens chegam ao local em um carro, e rendem a mulher, que estava na porta de casa. Ela se recusa e entrar no veículo, mas é empurrada para dentro pelos suspeitos. Lodo depois, os suspeitos fogem do local com a vítima.


A vítima abriu Boletim de Ocorrência no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), onde relatou que ficou encapuzada e teve o celular vasculhado na ação.

Segundo o delegado Adailton de Souza Adan, que coordena a divisão antissequestros do Draco, os suspeitos chegaram até a mulher por causa de uma foto achada na galeria do celular de um jovem morto em confronto. Porém, eles perceberam que não se tratava da mesma pessoa, e solicitou dinheiro para a família da vítima. A polícia não detalhou o valor.

“NA VERDADE, ELES COMEÇARAM A TRATATIVA COM A FAMÍLIA, SÓ QUE A FAMÍLIA DISSE QUE NÃO TINHA DINHEIRO. ACREDITO QUE ELES VERIFICARAM SE TRATAR DE UM ENGANO, QUE ESSA REFÉM FOI ‘TOMADA ‘ DE FORMA ERRADA, E RESOLVERAM LIBERTÁ-LA. MAS AS INVESTIGAÇÕES CONTINUAM”, DISSE O DELEGADO.

Após perceberem que a família da vítima não tem boa, eles decidiram liberar a vítima. Porém, por causa do capuz, não soube detalhar o local onde foi deixada. A mulher pediu ajuda a moradores e foi levada para a delegacia. Ela não ficou ferida.

Adailton acredita que os criminosos tentaram se passar por policiais, por usarem roupas escuras. Ele ainda disse que outros casos semelhantes têm ocorrido na mesma região e são investigados.

Por meio de nota, a Polícia Militar disse que a 14ª Companhia Independente da Polícia Militar (14ª CIPM) foi acionada por volta das 10h. As guarnições realizaram rondas e buscas na região, mas a vítima não foi localizada, nem os suspeitos.

A polícia seguem com investigação para identificar os suspeitos e localizar o veículo. Ainda não há informações sobre autoria e motivação do sequestro.

Com informações do site: vozdabahia