quinta-feira, 22 de julho de 2021

Imagens mostram fuga de filha após matar o próprio pai.


 


Foto: Reprodução
Na gravação de uma câmera de segurança, Cláudia abandona mochila onde teria guardado gasolina para incendiar o idoso 
São Paulo (SP) - Imagens de uma câmera de monitoramento mostram o momento da fuga de Cláudia, de 41 anos, acusada de matar Aparecido, seu próprio pai, por vingança. Segundo relatos da suspeita, ela teria sido abusada por ele quando era adolescente. O caso ocorreu em Embu-Guaçu, na Grande São Paulo.
Pelas imagens, obtidas com exclusividade pela Record TV, é possível ver Cláudia em uma rua pouco movimentada, colocando no lixo uma mochila, onde estaria a gasolina utilizada para incendiar o corpo do idoso.

Na sequência, após deixar o objeto, ela dá a volta em um caminhão de pequeno porte e, caminhando pela rua, coloca óculos escuros e sai do local com uma bolsa ao ombro direito.

Filha mata o pai por vingança

Cláudia é procurada pela polícia pela suspeita da morte de Aparecido, de 65 anos, morto no último dia 9, após ser incendiado na clínica de reabilitação onde vivia há cinco anos. Ela teve a prisão temporária decretada pela Justiça.

Aos 30 anos, a filha revelou para toda a família que durante a adolescência foi abusada pelo homem. Mesmo com os traumas, Cláudia sempre ajudou o pai.

Recentemente, ela havia avisado que viria de Manaus para visitar Aparecido na clínica. Durante a visita, ela chamou o pai para dar a volta em uma trilha, onde ela teria ateado fogo no idoso, que não resistiu e morreu.

Segundo um dos fundadores da clínica, Cláudia foi carinhosa com o pai na última vez que o visitou no local. "Ela sempre foi amorosa. Abraçava, beijava, ficava com o pai no cantinho dela", descreveu Cristiano. Desta vez, ela quis levar o pai para a casa dela, mas o irmão não autorizou, embora Aparecido tenha sido receptivo à ideia, de acordo com o fundador do estabelecimento.

Antes do embarque, Cláudia chegou a enviar uma mensagem ao irmão e perguntou se ele já havia assistido ao filme “Doce Vingança”; a obra retrata a história de uma mulher que se vingou de homens que abusaram dela.

Investigação

Além das buscas por Cláudia, a Polícia Civil investiga também se ela teria recebido ajuda de outras pessoas para praticar o crime.

Os investigadores têm a informação de que a mulher chegou a pegar dinheiro emprestado com um ex-namorado para pagar as passagens de Manaus a São Paulo, e que devolveu a quantia.

Do R7
Publicada por F@F em 21.07.2021