sexta-feira, 9 de julho de 2021

Mãe denuncia pai do próprio filho por torturar criança de 5 anos


 
Foto: Reprodução
Brasília (DF) - Uma mulher de 32 anos procurou a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) nesta quinta-feira (8/7) para denunciar um homem, identificado como Rhodolpho Rodrigues de Sousa, por torturar o próprio filho. Segundo a mãe da criança, o menino, que tem 5 anos, é vítima de diversos tipos de maus-tratos, como ficar de castigo de joelhos com os braços para o alto durante horas seguidas, até chorar e vomitar. Depois disso, o suspeito obrigava o menino a comer o próprio vômito.

O caso ocorreu na Cidade Estrutural. O agressor é pai da criança e teria ficado ausente nos quatro primeiros anos de vida do filho. Recentemente, reapareceu afirmando que queria ser um pai presente e pediu para retomar a relação, o que ela aceitou. O caso é alvo de apuração da 8ª Delegacia de Polícia (SIA).

Não demorou até que Rhodolpho se mostrasse um homem violento. Quando a mulher pedia para ele não maltratar a criança, ele dizia que ela “veria o cão na frente dela”.

O laudo o Instituto Médico Legal (IML) comprova as lesões. “As lesões visualizadas na região da nádega são compatíveis com o desenho de um objeto cilíndrico e de pequena espessura, como relatado no histórico. […] podem sugerir a impossibilidade de defesa do periciado, com desproporção de força entre o agressor e o menor”, diz o relatório.

Segundo a PCDF, as agressões são consideradas tortura e podem levar agressor a cumprir pena de até 8 anos de reclusão, e pode ser agravada pelo fato de a vítima ser criança. “Vamos apurar todas as circunstância desse caso com o rigor que ele merece”, afirmou a delegada-chefe da unidade, Jane Klebia.


Com informações do site: METROPOLES