domingo, 18 de julho de 2021

Mulher é esfaqueada pela irmã após recusar bebida alcóolica


 
(Foto: Reprodução/Pixabay)
O que seria uma comemoração entre irmãs, quase acaba em tragédia entre duas irmãs. 

Uma jovem, de 23 anos, que não teve o nome revelado, foi presa na madrugada desta quinta-feira (15), após tentar matar a irmã, de 25 anos, com facadas na cidade de Várzea Grande, no Mato Grosso. 

O crime aconteceu depois que a mais velha se recusou a continuar bebendo com ela. O caso foi registrado no bairro Cristo Rei. 

 Segundo o boletim de ocorrência, uma guarnição da Polícia Militar estava em rondas pelo bairro e, por volta das 2h30, a viatura foi abordada pela vítima, que relatou ter sido esfaqueada em casa.   

Segundo ela, as irmãs estavam bebendo e a bebida acabou. A mais nova disse que queria continuar. A outra se negou. A suspeita então ficou nervosa e iniciou uma briga. Em seguida, ela c.

Além do corte, a vítima estava com hematomas pelo corpo. Socorrida, foi levada para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e liberada em seguida. Já a agressora foi presa em flagrante e levada a Central de Flagrantes. A tentativa de homicídio é investigado pela Polícia Civil.

Morta de forma cruel

A recepcionista Nádia Xavier da Silva, de 37 anos, foi brutalmente espancada e, depois, esfaqueada dezenas de vezes. Por fim, sofreu mutilações quando ainda agonizava.

Com requintes de crueldade, o feminicídio ocorreu em março deste ano, em Formosa, no Entorno do DF, e chocou os policiais e peritos criminais mais experientes.

A barbárie foi cometida pelo companheiro de Nádia, o soldador Ramiclid Bruno Alves, 31 anos, que se enforcou após assassinar a mulher.  

Parentes do casal desconfiaram que ninguém atendia os telefones e foram até o local. O cenário, segundo os primeiros policiais que entraram no imóvel, era de terror. Um cabo de vassoura ensanguentado estava ao lado do corpo e suspeita-se que Nádia teria sido empalada pelo algoz.

Com informações do site: EM TEMPO