quarta-feira, 7 de julho de 2021

Mulher mata homem a tiros na Grande BH e alega ‘legítima defesa’


 
Foto: Reprodução

Uma mulher de 33 anos matou o companheiro, de 30, a tiros, no bairro Novo Progresso, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, nessa quinta-feira (1º). O advogado da suspeita disse que ela vai se entregar “em tempo oportuno” e foi o responsável por comunicar o ocorrido aos familiares da vítima.

De acordo com a Polícia Militar, tios da vítima chamaram os agentes até o local do crime, pois não tinham a chave do imóvel. Um policial pulou o muro e conseguiu entrar na residência. O corpo da vítima estava caído no quarto do casal e já não apresentava os sinais vitais.

A perícia da Polícia Civil constatou quatro perfurações no homem. Durante buscas pela casa, a PM localizou a arma utilizada no homicídio, munições, além de pinos de cocaína. Não foram encontradas marcas de briga, já que os móveis e demais pertences estavam organizados.

Motivação

No registro da ocorrência não foi informada a motivação do crime. Apesar disso, a suspeita deu entrevista à Itatiaia. A mulher alegou que atirou em “legítima defesa”, pois foi estuprada pelo homem. Outro motivador foi o fato dele, segundo ela, ter agredido o filho do casal de 1 ano.

A suspeita disse ainda que o companheiro sempre foi muito abusivo e que a situação piorou após ele ter começado a usar muita droga. Ele não aceitava a separação e ameaça a mulher.
As agressões contra ela e o filho eram frequentes.

Até o encerramento da ocorrência, a mulher não havia sido presa. O advogado da suspeita, conforme registrado na ocorrência, disse que a cliente vai se entregar à Polícia Civil “em tempo oportuno”. A corporação foi procurada pelo BHAZ e informou que “um inquérito policial foi instaurado para apurar a dinâmica, motivação e autoria do crime”.

Questionada se a suspeita procurou uma delegacia para se apresentar, a Polícia Civil não respondeu. “A investigação está em andamento na Delegacia Especializada em Homicídios do município. Mais informações serão repassadas na conclusão do inquérito”, disse em nota.

O corpo da vítima foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) e a ocorrência encerrada na 7ª Delegacia de Plantão de Homicídios de Contagem.

Nota da Polícia Civil

“Sobre o homicídio ocorrido ontem (1/7), em Contagem, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que a equipe de policiais deslocou até ao local do fato e localizou a arma, em tese, utilizada no crime e munições. Um inquérito policial foi instaurado para apurar a dinâmica, motivação e autoria do crime. A investigação está em andamento na Delegacia Especializada em Homicídios do município. Mais informações serão repassadas na conclusão do inquérito”.


Com informações do site:  bhaz