segunda-feira, 19 de julho de 2021

PROCURADO HÁ UMA SEMANA, SUSPEITO DE ESTUPRAR JOVEM DENTRO DE LOJA SE APRESENTA À POLÍCIA


 
Foto: Reprodução
Guilherme Penkal, o suspeito de estuprar uma jovem dentro de uma loja localizada na Rua Prudente de Moraes, no Centro de Curitiba, se apresentou à polícia na madrugada desta sexta-feira (16). Penkal se entregou na Delegacia da Mulher, na capital paranaense, e foi preso.

O homem estava sendo procurado pela Polícia Civil desde sexta-feira (9), quando a vítima denunciou o caso. Câmeras de segurança da região possibilitaram que o suspeito fosse identificado. Conforme o relato da jovem, Penkal entrou no estabelecimento em que ela trabalha pedindo informações, olhou alguns itens e saiu. Porém, o suspeito voltou minutos depois, apontando uma arma para a vítima e a mandando ir para os fundos da loja. Durante o estupro, uma cliente chegou a entrar no comércio, mas foi dispensada pelo suspeito, que afirmou que estava cuidando da loja para a vítima.

Depois do crime, o homem trancou a jovem nos fundos da loja e foi embora, calmamente. “Eu falei ‘moço, pelo amor de Deus, não me tranca’, eu estava com medo e não queria ficar lá, sozinha, trancada, ele falou ‘calma, eu não vou fazer mais nada com você, o que eu queria fazer eu já fiz’“, disse a vítima. O suspeito saiu levando o celular da jovem, cerca de R$ 50 em dinheiro e as chaves da loja. O celular e as chaves foram localizados na rua, nas proximidades.

Quem é Guilherme Penkal
De acordo com a delegada Vanessa Alice, Penkal é terapeuta quântico e já tem passagens pela delegacia por estupro, em 2011, e por ato obsceno, em 2013. Além disso, o suspeito ensina terapias alternativas na internet e tem um canal no Youtube, no qual se apresenta como profundo conhecedor da lei da atração.

Mais vítimas
Com a prisão do suspeito, a polícia acredita que mais vítimas possam aparecer e denunciar casos semelhantes de abuso contra Penkal. As denúncias podem ser feitas à Delegacia da Mulher pelo telefone 41.3219-8600 ou ao Disque Denúncia da Polícia Civil pelo 181.

Com informações do site: ricmais