quinta-feira, 8 de julho de 2021

Val Marchiori, que disse que Juliette ainda não é rica, tem fortuna de mais de R$ 30 milhões

Foto: Reprodução

Val Marchiori voltou a se envolver numa polêmica, desta vez, por alfinetar a campeã do 'BBB 21", Juliette Freire. Durante uma entrevista a Maurício Meirelles, a socialite disse que a advogada paraibana ainda não é rica, mesmo tendo ganhado R$ 1,5 milhão do reality e está faturando alto com campanhas.

“Rica não é, né, queridinho? Acabou de ganhar o 'Big Brother'. Isso é ser rico? Não dá nem um apartamentozinho nos Jardins”, soltou a socialite, revoltando os fãs da ex-BBB, que rebateu.

“Rica de valores e bom senso. Já precisei lutar para sobreviver, para ter educação ou até para ganhar um BBB, mas para ser mais ou menos rica eu passo! Hoje eu luto para evoluir cada dia mais”, escreveu Juliette no Twitter.

Mas quanto será a fortuna de Val e quanto custa o apartamento luxuoso que ela mora em São Paulo? O EXTRA fez esse levantamento e revela aqui para você. Famosa pelo seu bordão "Hello", ela tem um patrimônio avaliado em mais de R$ 30 milhões.

Hoje milionária, ela é dona de uma transportadora multinacional, cujo capital social é de mais de R$ 4,5 milhões.

Além disso, Val possui um apartamento luxuoso avaliado em R$ 15 milhões. O imóvel está localizado no bairro nobre Jardins, em São Paulo, e tem 860 metros quadrados. Sem falar na casa de praia em Angra dos Reis, nos carrões, na lancha....

Infância pobre

Val nasceu pobre, passou fome e já morou de favor numa igreja de Apucarana, no Paraná, onde foi criada. De menina humilde, ela transformou as dificuldades em sonhos e deu a volta por cima.

Ela começou a trabalhar aos 8 anos, após ver seus pais se separarem, num momento que ela classifica como "o mais difícil da sua vida”. Vendeu Avon e trabalhou como modelo. O momento de redenção aconteceu aos 20 anos, quando ela decidiu investir todo o dinheiro que ganhava com os trabalhos de modelo e vendedora de cosméticos nos negócios do pai, um pequeno fazendeiro que tinha um caminhão para transportar gado e frango. Ela entrou como sócia do pai e do irmão e, um ano depois, já estava ganhando o seu primeiro R$ 1 milhão (“sem depender de ninguém, nem mesmo de um namorado rico”, frisa ela).

Daí em diante, passou a viver uma vida de glamour, luxo e, claro muito champanhe. "Nunca parei para pensar no status ou de ser milionária. Fui em busca dos meus objetivos. "Foi difícil, sim, e muito, mas sou persistente. Sei cair e me levantar, se for preciso. Hoje tenho uma vida confortável, continuo trabalhando e estou muito feliz. Sofri preconceitos por ser mulher, loira, jovem, sempre me subestimaram. Tive que provar que atrás de um rostinho bonito também tinha capacidade".

Com informações do site: EXTRA.