sexta-feira, 6 de agosto de 2021

4 alimentos que aumentam a pressão sanguínea (além do sal)


 
(Foto: Reprodução)
A pressão sanguínea alta, ou hipertensão arterial, diz respeito ao movimento de bombeamento do sangue feito pelo coração. A hipertensão arterial atinge mais de um bilhão de pessoas no mundo todo, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Ela é um dos principais sinais de que uma pessoa está desenvolvendo uma doença cardíaca. Por isso, se não for tratada da maneira correta, ela pode gerar graves complicações, como AVC (Acidente Vascular Cerebral) ou infarto.

Pessoas que possuem problema de pressão, ou convivem com quem possui, já sabem que o excesso de sal, por exemplo, eleva bastante a pressão, sendo algo muito prejudicial, principalmente para quem já possui esse problema.

No entanto, existem também outros alimentos que aumentam a pressão sanguínea também. E que, por isso, devemos evitar ou reduzir ao máximo.

Sendo assim, se você quer saber quais são eles, e o que os torna tão nocivos para a nossa saúde, é só continuar aqui. Elaboramos uma lista com quatro alimentos que aumentam a pressão sanguínea.

4 alimentos que aumentam a pressão sanguínea

Carnes vermelhas

As carnes vermelhas possuem muitos nutrientes importantes para o organismo.

Mas, ao mesmo tempo, elas possuem gorduras saturadas, que tendem a se acumular nas artérias.

Se consumidas em excesso, elas podem aumentar os níveis de colesterol e de triglicérides, sendo prejudicial tanto para quem tem pressão baixa como para quem tem pressão alta.

Por isso, o ideal é substituir as carnes vermelhas pelas carnes brancas, como peixe e frango, pois elas possuem muito menos gorduras saturadas e, por isso, são mais saudáveis.

Bebidas alcoólicas

As bebidas alcoólicas estimulam o sistema nervoso. Dessa forma, quando é estimulado, aumenta a pressão sanguínea.

Alguns estudos mostram que pessoas que consomem bebidas alcoólicas diariamente, ou em excesso, tendem a desenvolver hipertensão.

Além disso, eles apontam que o álcool colabora para endurecer as artérias, o que acaba prejudicando o bombeamento de sangue.

Por isso, quem quer evitar o problema de pressão alta, ou já precisa lidar com esse problema, deve ter um cuidado maior com relação à bebidas alcoólicas.

O que os médicos indicam é reduzir a quantidade de álcool para, no máximo duas doses (cerca de 250 ml de vinho, ou 500 ml de cerveja) por dia para os homens e uma e meia (150 ml de vinho e 300 ml de cerveja) para as mulheres.

Principalmente se você já sofre com pressão alta e precisa tratar, mas não consegue parar totalmente de beber.

Chocolate

O chocolate contém dois componentes que aumentam a pressão arterial: a cafeína e o açúcar, que também endurece as artérias.

O fato é que o açúcar é uma das principais substâncias que aumentam a sua pressão sanguínea.

Além disso, a teobromina é o estimulante que age como a cafeína no organismo, sendo um veneno para quem sofre com pressão alta.

Se você quer comer chocolates sem se preocupar com isso, o ideal é consumir apenas um quadradinho de chocolate amargo por dia.

Café

O café contém uma quantidade gigante de cafeína, um estimulante que aumenta a pressão arterial.

Por isso, cafés, chás e alguns refrigerantes e bebidas que possuem cafeína podem causar aumento da frequência cardíaca, elevando, consequentemente, a pressão sanguínea.

O interessante é dar preferência ao café descafeinado, principalmente quem tende a tomar muito café durante o dia.

Pessoas que já sofrem com a hipertensão devem evitar abusar tanto do café como de bebidas à base de cafeína.

E o sal?

O sal comum de mesa, podemos dizer, todos sabem que tem um papel muito ruim no aumento da pressão arterial.

O sódio possui a capacidade de reter mais líquidos, processo esse que aumenta o volume de fluidos nos vasos sanguíneos do organismo.

Quando o sal é ingerido, ele é absorvido pelo intestino e cai diretamente nos vasos sanguíneos.

Com isso, os vasos acabam sofrendo uma maior pressão, levando ao aumento da pressão sanguínea.

Alguns dados da OMS revelam que os brasileiros ingerem cerca de 12g de sódio por dia, porém o consumo diário ideal deve estar em menos de 2g (o que equivale a uma colher de chá).

Com informações do site: CURA PELA NATUREZA