segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Adolescente embriagada mente ser estuprada por motorista de aplicativo, mas acaba falando a verdade


 


Foto: Reprodução

A atitude inconsequente de uma adolescente de 17 anos causou riscos a um motorista de aplicativo em Porto Velho. A jovem, se passando por vítima, registrou boletim de ocorrência contra o trabalhador, o acusando de estupro.

Conforme boletim de ocorrência policial (BOP), na madrugada deste domingo (08) a menina estava em uma boate e, na madrugada, quis ir embora para casa e pediu para sua prima chamar um motorista por aplicativo. A adolescente afirmou que quando estava chegando próximo de sua residência, o motorista tentou lhe beijar a força e posteriormente a mandou ir para o banco de trás, onde cometeu o estupro. Em seguida, o homem a empurrou para fora do carro e roubou seu aparelho celular, segundo a denunciante.

Os policiais militares foram acionados e registraram o boletim de ocorrência.

Ao amanhecer, vizinhos foram até a casa do motorista informando que sua foto estava em vários grupos em redes sociais, afirmando que ele havia estuprado uma passageira. Desesperado e sabendo que não havia cometido nenhum crime, o motorista foi até a casa da suposta vítima e a indagou sobre as acusações. A adolescente informou que ele não havia a estuprado, tampouco roubado seu aparelho celular. Disse ainda que estava muito bêbada e que por isso registrou a ocorrência.

Ela foi até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) e registrou nova ocorrência, isentando o motorista de qualquer crime.


Com informações do site: Lente Nervosa