quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Cadela morre esfaqueada por feirante após pegar pedaço de carne


 


Foto: Reprodução

Um comerciante foi preso em flagrante suspeito de esfaquear uma cadela na feira de Delmiro Gouveia, município localizado na região do Sertão alagoano, nessa segunda-feira (23). O motivo da agressão, segundo testemunhas, foi um pedaço de carne que a cadela pegou para se alimentar. O animal foi socorrido e recebeu cuidados veterinários, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram que a cadela ficou muito ferida e teve as vísceras expostas após a agressão. Algumas pessoas que testemunharam o crime ainda juntaram-se para custear uma cirurgia para a cadela, mas sem sucesso.

"Ele já está detido e vai responder por crime de crueldade com animais. Há provas e testemunhas suficientes para atestar o crime e, conforme a recente mudança na legislação, ele pode pegar de um a cinco anos de prisão", frisou o delegado Rodrigo Cavalcante, que está responsável pelo caso.

O comerciante está preso na Delegacia Regional de Delmiro Gouveia e segue à disposição da justiça. No ano passado, foi sancionada a "Lei Sansão", que endurece as penas para quem mutilar, machucar ou praticar crimes contra animais domésticos e silvestres. Com a nova lei, agressores podem pegar até cinco anos de prisão e ainda pagar multa. A lei anterior previa apenas detenção de três meses a um ano.


Com informações do site: tnh1