quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Cuidadora acusada de roubar e tentar matar idosa vai a júri popular


 


Foto: Reprodução

Rio - O juiz Gustavo Kalil, da 4ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, decidiu levar a júri popular a cuidadora de idosos Rosimeri Cristina dos Santos Marcos Trin, acusada de roubar e tentar matar a idosa Elenice Dias ministrando remédios e injeções de insulina no ano passado. 
A auxiliar de enfermagem foi denunciada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) por tentativa de homicídio e estelionato. Rosimeri, de 46 anos, está presa desde o dia 6 de julho do ano passado.
Segundo as investigações da 30ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos, Rosimeri dopava suas pacientes para furtar e usar seus cartões bancários.
Imagens anexadas à denúncia mostram Rosimeri na fila de uma agência, ao lado da vítima. De acordo com o MPRJ, no momento em que a idosa digita a senha no painel, Rosimeri memoriza os números e depois anota no celular.
O crime teria acontecido nos dias 10 e 11 de junho e teve como objetivo impedir Elenice Dias de descobrir que ela havia usado seu cartão bancário para fazer compras.

Na decisão, o juiz levou em consideração o relato do filho da vítima, que afirmou que sua mãe já desconfiava que estava sendo roubada, o que reforça a tese de que o crime teria sido cometido para encobrir o uso do cartão. Além, disso, Rosimeri é suspeita de ter cometido outro crime semelhante, com uma idosa de 90 anos.
A idosa, que não é diabética e teve uma crise de hipoglicemia, foi internada em estado grave de coma.


Com informações do site: meiahora