segunda-feira, 2 de agosto de 2021

Deolane fala sobre suposta traição de MC Kevin: 'Ele teria meu perdão'



Foto: Reprodução

A advogada disse que seu maior desejo era ter o funkeiro ao lado dela e que não nutre rancores pelo ocorrido no dia da morte dele

Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, cultiva muitos amores pelo funkeiro. Nesta quinta-feira (30), ela participou de um podcast e falou que queria que o artista ainda estivesse vivo e que perdoaria a suposta traição que teria acontecido no quarto de hotel em que ele estava antes de cair da varanda, no dia 16 de maio - mesma data em que morreu.

"Ninguém sabe o que eu e ele vivíamos em quatro paredes. Ele sempre me contava tudo. Um ano e dois meses que eu vivi com ele valeu por mais de dez anos da minha vida. Eu mal dormia, abdiquei de muita coisa e hoje eu sei que eu tinha que ter passado por tudo isso com ele", começou ela.

Na sequência, a criminalista disse que sabe que Kevin tinha seus defeitos, mas eles nunca serão maiores do que as virtudes que ele tinha. "Se hoje você gostar das pessoas só pelas virtudes, você não vai gostar de ninguém, porque todo mundo tem defeito", disse.

"Digo e repito, o que é uma traição perto de uma morte? Eu queria que ele estivesse vivo. Se eu ia perdoar para estar junto com ele ou para seguir minha vida, eu não sei. Mas com certeza ele teria o meu perdão, porque eu tenho essa virtude. A única coisa que eu queria era ele vivo e eu não vou mais ter isso, então porque eu vou destilar veneno ou falar mal dele? Com 23 anos, ele tinha a responsabilidade de carregar uma família nas costas. Eu nunca vou falar mal dele e por onde eu for vou fazer ele ser lembrado", completou.

Por fim, Deolane disse que viveu muitos momentos felizes ao lado do funkeiro, continua usando a aliança de R$ 25 mil que ambos tinham e que não se arrepende da tatuagem que fez na perna em homenagem ao amado. "Ele foi uma parte de mim. Ele fez parte da minha história. Todo mundo vai saber o que a gente viveu."

Com informações do site: R7