terça-feira, 3 de agosto de 2021

Divinópolis: Pai denuncia ex-mulher por espancamento do próprio filho


 




Foto: Reprodução
O pai da criança de 10 anos é Breno Dias Chula, de 41 anos que procurou o Divinews na noite desta última quinta-feira (29), relatando que o seu filho era vitima de constantes agressões  agressões por parte da própria mãe, do qual é separado há oito ano – Segundo o denunciante, que enviou um vídeo para o site, sua decisão em expor o caso é por ele temer pela vida do filho, uma vez que a guarda do menino está com a mãe, a advogada Amanda Cadavid Dias Alencar, de 32 anos – Breno relatou que o vídeo em que aparece a mãe, inicialmente pegando o filho pelos cabelos e  levando sua cabeça em direção a uma parede, e posteriormente o chuta, o agredindo em cima de uma cama, e ainda também o joga da cama para o chão, aconteceu no mês de março. Porém, na última terça-feira (27), ele fez um Boletim de Ocorrência por que teria ocorrido novas agressões.

No Boletim de ocorrência que o Divinews teve acesso, foi relatado que Breno solicitou o auxilio dos policiais que estava no patrulhamento do bairro por temer pela segurança e integridade do filho, de 10 anos. “Uma vez que em data pretérita recebeu um vídeo de seu filho em que sua ex-esposa e mão da criança bate de forma mais severa na criança”.

No BO, o denunciante, informou que estava solicitando o socorro aos policiais, por que recebeu uma ligação do filho. 

Os policiais imediatamente se deslocaram para a residencia onde se encontrava o filho de Breno, e lá encontraram Amanda Cadavid Dias Alencar, mãe da criança, que informou que as acusações feitas pelo pai eram falsas, e que somente ela tinha feito uma repreensão mais rígida ao filho, com o intuito de advertí-lo por uma má resposta, e que naquela data não houve agressão.

A criança em conversa com os policiais disse  que, no passado a mãe a agrediu, e que não tem mais vontade de morar com ela, por gostar mais do pai. Porém, confirmou também que neste dia, terça-feira ( 27), a mãe lhe deu um puxão de cabelo por ele ter lhe dado uma má resposta.

Já nesta sexta-feira (30), Breno, que é ciclista e faz parte do grupo “Amigos do Pedal” expôs  em seu perfil no Instagram o seu drama, ao contar que está sendo caluniado e estão criando obstáculos para que ele fique com a guarda do filho, sob a alegação de que ele é drogado. O fisioterapeuta pede que os amigos que o conhecem ha anos atestem sobre sua idoneidade e capacidade para criar seus filhos, que são gêmeos. O que aparece sendo agredido e o outro que está filmando.

Segundo Breno, o caso está judicializado desde março, e ele diz que estão retardando uma decisão judicial, e ainda que estão tentando sumir com as provas das crueldades que o filho foi vítima.  No vídeo conclamou os ciclistas a realizarem uma manifestação na frente da Delegacia e no Fórum.

Com informações do site: Divinews