segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Encontrado corpo de jovem que morreu ao salvar crianças de afogamento

Foto: Reprodução

Manaus - Um jovem de 23 anos morreu afogado em um balneário improvisado próximo à ponte Jornalista Phelippe Daou, sobre o Rio Negro. O caso aconteceu na tarde deste domingo (8). Segundo testemunhas, Wallace Vitor Barbosa de Araújo tentou resgatar duas crianças que estariam se afogando no mesmo local. Após conseguir ajudar os menores, ele não retornou da água. O corpo foi encontrado por volta das 18h.

  A área onde o afogamento aconteceu tem uma passagem grande que permite que o Rio Negro passe por baixo da rodovia AM-070, já que há água nos dois lados da pista. Por isso, a hipótese de bombeiros e populares que estão no local é que o corpo do jovem tenha sido puxado pela correnteza formada por esse cano, como um 'sugador'.  

"Ele foi sugado [pela correnteza da passagem de água]. Foi uma coisa horrível. A gente ficou desesperado. Tava brincando com a família e tudo isso aconteceu", relatou uma testemunha que preferiu não se identificar.

 O Corpo de Bombeiros foi acionado minutos após o desaparecimento. As buscas duraram mais de duas horas e encerraram no início da noite.


"Uma equipe veio aqui e fez a busca superficial. Verificamos haver vários bueiros como esse [que passam por baixo da rodovia]. Então, mergulhadores entraram na estrutura e encontraram o corpo do jovem a cerca de 15 metros de profundidade", explicou o tenente Ruiz, que participou do resgate.

Balneário improvisado

Tanto na seca quanto na cheia, os primeiros 100 metros da Ponte Phelippe Daou (lado do Iranduba) ficam repletos de carros aos finais de semana. Banhistas se unem com sons automotivos e até barracas para curtir um banho no Rio Negro. No entanto, o local tem pouca segurança e é considerado balneário irregular.

Com informações do site: emtempo