sábado, 28 de agosto de 2021

Homem agride, empurra ex-namorada contra carro em movimento e é esfaqueado pela mãe dela


 
Foto: Reprodução
Um homem de 30 anos foi preso depois de agredir e empurrar a ex-companheira, de 20, contra um carro em movimento no bairro Capelinha, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O crime foi na manhã desta quarta-feira (25).

Segundo a Polícia Militar, a mãe da vítima agrediu o suspeito com golpes de faca, na tentativa de defender a filha.

A PM informou que a vítima decidiu dar fim à união estável que mantinha com o suspeito, iniciada há sete meses, após diversos episódios de violência física e emocional. A mulher foi morar com a mãe, que vive próximo à casa em que ela morava com o ex-companheiro.

Mas ele passou a ameaçar a ex-companheira. De acordo com a PM, há pelo menos dois boletins de ocorrência registrados por ela nos últimos dois dias.

Testemunhas relataram à PM que, na madrugada desta quarta (25), o suspeito foi até a casa da vítima, batendo no portão, gritando, dizendo que “colocaria fogo”.

Ainda segundo relato de testemunhas à polícia, horas mais tarde, ele voltou, “simulando ter uma arma de fogo”, ameaçando “derrubar o portão”, caso a ex-companheira não aparecesse.

De acordo com a PM, ela concordou em sair, mas foi agredida por ele com socos e pontapés. O suspeito continuou as agressões mesmo após ela cair no chão.

Em seguida, a mulher foi empurrada contra um carro em movimento. A ocupante do veículo relatou aos militares que estava indo à casa da vítima para tentar socorrê-la.

Ainda de acordo com a polícia, após ser ferido pela mãe da vítima, o agressor fugiu a pé. Os militares disseram que ela afirmou ter agido para “defender a filha”, e que estava “muito abalada”com o ocorrido.

A PM informou que vítima e agressor foram atendidos pelo SAMU no local, e encaminhados à UPA Jardim Teresópolis. A mulher apresentava ferimentos graves, “chegando a desmaiar várias vezes”, e permanece na unidade, segundo as últimas informações dos militares.

A faca usada pela mãe da vítima, “não foi encontrada”. Após atendimento, o suspeito foi encaminhado à 1ª Delegacia de Polícia de Betim.

O G1 contatou a Polícia Civil, para mais informações, mas não houve resposta até a conclusão desta reportagem.

Fonte: G1