segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Homem mata amigo de infância por desconfiar de traição com a esposa


 


Foto: Reprodução

Um homem foi preso pela Polícia Civil de São Paulo por suspeita de assassinar um amigo de infância na zona leste da capital. A motivação do crime teria sido uma traição envolvendo a esposa do suspeito. As informações são do Brasil Urgente.  

Segundo a investigação, Luan Campos, de 38 anos, teria descoberto mensagens “de conteúdo forte” do até então amigo José Arione, de 29 anos, no celular da mulher. Desconfiando de que os dois estariam tendo um caso extraconjungal, planejou uma emboscada contra ele.


Para executar o plano, Luan contratou Sâmia Brandão, mulher que começou a trocar mensagens com José até marcar um encontro no Parque Ecológico do Tietê. Naquela noite, ficou escondido na mata fechada e, quando a vítima começou a praticar atos com a comparsa na entrada de uma trilha, efetuou sete disparos à queima-roupa.  

O local do crime não possui câmeras de segurança, o que dificultou a investigação. Através de relatos de uma testemunha, no entanto, os policiais criaram um retrato-falado e conseguiram localizar Sâmia.  

Ao ser presa, ela, ainda em posse do celular de José, confessou ter participado e contou os detalhes da emboscada. De acordo com o depoimento, ela iria receber R$ 1 mil pelo trabalho.

Luan foi localizado em seguida e preso por porte ilegal de arma de fogo – crime pelo qual ele já tinha passagem.  

Fábio Pinheiro Lopes, diretor do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), disse que se trata de um caso fechado. “Está encerrado. Os dois estão presos com 30 dias de temporária. Vamos relatar o inquérito e terminar o caso para que [as prisões] sejam transformadas em preventivas."


Com informações do site: Brasil Urgente