terça-feira, 24 de agosto de 2021

Jovem é presa acusada de matar o ex-namorado no Nordeste


 


Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Piauí, através do 14° Distrito Policial da cidade de Altos (40 km de Teresina), realizou na tarde desta segunda-feira (23), a prisão de S. N. S. S. P, de 20 anos, acusada de matar com um disparo de arma de fogo na cabeça, seu ex-companheiro, Johonigelison Feitosa de Oliveira, de 20 anos, na saída de uma pousada localizado na BR-343 do município, por volta de 2h30 da madrugada de hoje.

O Meionorte.com apurou que a jovem teria ligado para a vítima momentos antes do crime, que teria informado para a acusada que estava no local com outra pessoa.

Diante da informação, S. N. S. S. P foi  até o local, ficou de “tocaia” e quando Johonigelison Feitosa saiu, ela o seguiu por cerca de 100 metros e o alvejou na cabeça. 

"A testemunha que estava com a vítima na hora do ocorrido, a mesma disse que estava na pousada com a vítima e que ela estava recebendo várias mensagens e ligações de uma mulher, que então a vítima havia respondido que estava na pousada e mandou uma foto. Após sair da pousada a testemunha juntamente com a vítima foram paradas por um casal em uma motocicleta de cor escura, onde uma mulher de cabelo vermelho e encaracolado e de cor morena desceu da moto e foi em direção da vítima e ao momento que efetuou o disparo", diz trecho do relatório do caso, divulgado pela Polícia Civil. 

S. N. S. S. P foi presa em sua residência, que fica nas proximidades do 14° DP, no bairro Maravilha, e negou as acusações.

A segunda pessoa que estava com Johonigelison também prestou depoimento na delegacia e reconheceu a jovem como sendo autora do crime. 

O motivo seria passional, pois a vítima não queria manter mais nenhum tipo de envolvimento com ela.

 S. N. S. S. P foi apresentada na delegacia ainda em flagrante, será encaminhada para audiência de custódia e deve responder por crime de homicídio. "Após presa a mesma confessou que conhecia a vitima e que havia saindo sexta e sábado e que documento viu os stories em redes sociais dele com uma mulher que era a testemunha, e que havia mandado uma mensagem no domingo momentos antes da morte onde ele estava, que o mesmo disse onde e estava". 

Com informações do site: Meio Norte