quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Mulher dopa o próprio filho de 7 anos e joga o corpo no rio


 


Foto: Reprodução

Uma mulher de 26 anos foi presa, nesta sexta-feira (30), suspeita de matar o filho de 7 anos e jogar o corpo em um rio em Imbé (RS). De acordo com a polícia, a mulher confessou o crime. As investigações apontam que o menino vivia sob intensa tortura física e psicológica. As informações são do G1.

Conforme a Brigada Militar e a Polícia Civil, após jogar o filho no rio, a mulher foi até a delegacia na quinta-feira (29) e afirmou que a criança estava desaparecida há dois dias. Segundo o delegado Antonio Carlos Ractz, responsável pelo caso, durante o depoimento, a mãe apresentou contradições que levantaram suspeitas.

Após o registro do caso, uma equipe da polícia foi até a casa da suspeita e encontrou uma mala que teria sido usada para transportar o corpo do menino até o local onde ele foi jogado, no Rio Tramandaí. Depois de confessar o crime, a mulher informou que na noite de quarta-feira (28) administrou medicamentos para a criança e, mesmo sem convicção de que ela estava morta, decidiu ocultar o corpo.

O Corpo de Bombeiros faz buscas pelo corpo do menino. A mulher foi autuada em flagrante por homicídio qualificado, com agravante por ocultação de cadáver. “Ela tem um perfil de psicopata, durante toda a minha carreira, eu não havia me deparado com alguém tão frio”, afirmou o delegado.

De acordo com a polícia, a situação da companheira está sendo analisada porque ela seria autista. Segundo o G1, a polícia vai apurar fatos anteriores à morte, inclusive se houve omissão de familiares no tratamento com a criança.

Com informações do site: Isto é