quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Padre costura os próprios lábios como forma de protesto e motivo deixa os fiéis perplexos


 
Foto: Reprodução
O reverendo Tim Hewes teve uma atitude que deixou os fiéis perplexos, ele costurou os próprios lábios para protesto e acabou sendo destaque na mídia de vários países. Ele reside em Oxfordshite, na Inglaterra e aos 71 anos tomou uma decisão radical para protestar contra as mudanças climáticas.

No dia 2 deste mês, ele foi para a frente da sede da News Corp, uma empresa de mídia global, propriedade de Rupert Murdoch e com os lábios costurados mostrou ao mundo que é preciso fazer algo agora, antes que seja tarde demais.

Uma foto que circula nas redes sociais mostra o reverendo Tim Hewes segurando um cartaz bem na frente do prédio, em Londres, onde está escrito: ‘Murdoch – o homem mais destrutivo da história do planeta’.

O curioso é que esta não foi a primeira vez que o religioso foi até Londres protestar, Hewes está muito preocupado com a destruição do planeta e vem tomando medidas drásticas para alertar ao mundo sobre as mudanças climáticas.

Em março deste ano, o padre foi preso por 14 dias porque se colou aos móveis em um tribunal. Agora, em uma nota enviada a um grupo de ativista, Tim Hewes explicou que decidiu costurar os próprios lábios para mostrar a todos que as ações de Rupert Murdoch estão prejudicando o mundo e que algo precisa ser feito imediatamente.

“A ciência do clima e a verdade foram silenciadas, aqueles que sofrem não estão sendo ouvidos”, denunciou o religioso.

Ativistas afirmam que Murdoch vem ignorando os alertas em relação ao aquecimento global. O padre só retirou os pontos de seus lábios depois de algumas horas, mas deve promover novos protestos

Com informações do site: 1News IG