quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Policial federal é preso suspeito de matar ex-mulher espancada na capital


 
Foto: Reprodução

Rosilene Chaves de Oliveira, 46 anos, foi espancada até a morte, na madrugada desta quarta-feira (4), durante bebedeira com o ex-marido, um escrivão da Polícia Federal, de 56 anos, em uma residência localizada na Avenida Calama, próximo a Avenida Guaporé, no Bairro Aponiã, zona Leste de Porto Velho.

O policial federal foi preso suspeito pelo crime de feminicídio, homicídio cometido contra mulheres que é motivado por violência doméstica ou discriminação de gênero. Conforme apurações da Perícia Criminal, a mulher continha muitas lesões, no tórax e rosto. Ela foi encontrada nua caída no chão.

De acordo com o suspeito, Rosilene teria passado mal, princípio de parada cardíaca, durante a relação do casal. Após isso ele teria iniciado o procedimento de massagem cardíaca, não obtendo resultado. Desesperado, o homem acionou o SAMU, que mandou equipe no local que acabou constatando o óbito da vítima.

O policial federal foi preso, sendo encaminhado por uma guarnição da Polícia Militar à Central de Polícia.

De acordo com informações de testemunhas, o casal tinha histórico de brigas, separações e a mulher teria inclusive uma medida protetiva contra o suspeito. Eles estariam separados há um ano e tentavam a reconciliação.

Os dois tinham um relacionamento há aproximadamente 25 anos. O homem é escrivão aposentado da Polícia Federal.

Com informações do site: JH NOTICIAS