quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Suspeitos de matar policial espancado em briga se entregam na DHPP


 
Foto: Reprodução
Wesdra Victor Galvão de Souza, de 29 anos, e Alan Patric Schuller, 27, suspeitos de ter assassinado o policial militar Roberto Rodrigues de Souza, 31, durante uma briga em uma conveniência, na rodovia Mário Andreazza, em 26 de julho, se entregaram à Polícia Civil na noite desta quarta (4), em Cuiabá.

Acompanhados de advogados, os dois homens se entregaram na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Como eles têm mandados de prisão, foram enviados para a Polinter.

Alan tem passagens criminais por roubo e por envolvimento com o crime organizado. Ele chegou a ser preso em 2013, por suposta participação em um assalto.

Crime

Consta no boletim de ocorrência que o militar estava com alguns amigos em um carro quando disse que precisava parar em algum lugar para ir ao banheiro. Eles então pararam na distribuidora. Rodrigues foi ao banheiro e os colegas ficaram aguardando no veículo.

 Por meio das imagens, é possível ver que o policial se desentendeu com um homem no banheiro do estabelecimento. Em seguida, eles discutem e começa uma troca de socos. Dois amigos, que seriam os que se entregaram hoje, então passam a dar vários chutes e socos no policial, que cai no chão desacordado.

Policial ainda recebe mais chutes na cabeça. Ele chegou a ser socorrido e encaminhado ao Pronto Socorro de Várzea Grande, mas não resistiu aos ferimentos. Homens fugiram e ainda não foram encontrados. Identidades dos agressores não foram confirmadas de forma oficial.

Com informações do site: RD News