terça-feira, 10 de agosto de 2021

Você tem estes remédios em casa? Um deles pode até matar; todo cuidado é pouco


 
Foto: Reprodução
Muita gente tem o costume de se automedicar em qualquer sintoma que surja: sejam dores de cabeça, febre, dores musculares ou qualquer outro sintoma, as pessoas costumam ter em casa remédios de precaução, usados para aliviar os incômodos.

Porém, a automedicação não é vista positivamente pelos especialistas, já que um erro de dosagem ou mistura indevida pode causar um problema de saúde maior que uma dor de cabeça. 

Neste artigo, trazemos alguns fatos que você precisa se ater antes de tomar qualquer medicação, pois alguns medicamentos considerados comuns de se te rem casa podem, literalmente, causar a morte de uma pessoa.

Tylenol, medicamento que tem o paracetamol como seu princípio ativo normalmente é usado para alívio de dores e febres, porém as super dosagens podem causar problemas sérios de saúde. A mistura deste medicamento com um anti-inflamatório, por exemplo, pode acabar causando uma overdose no paciente!

Outro medicamento muito comum de ser encontrado em residências Brasil a fora é o Dorflex, este remédio conta com dipirona, citrato de ofernadrina e cafeína em sua composição. A super dosagem deste remédio pode causar uma intoxicação e levar à morte. Além disso, doses altas do remédio podem causar alterações de batimentos cardíacos, delírio e coma.

A Aspirina também é muito comum e nem por isso deixa de ser perigosa. Usada para diminuir dores no corpo, este remédio se torna um verdadeiro veneno se for consumido em combinação com remédio contra a diabetes ou anticoagulante. Se o paciente tiver alergia a este medicamento, existe a chance de serem causados sangramentos no trato gastrointestinais ou problemas nos rins. O fígado também pode ser atingido.

o Eno é um produto que é consumido por quem sente queimação no estômago. Embora pareça inofensivo, este remédio possui uma combinação de ácido cítrico com bicarbonato de sódio e carbonato de sódio, o que pode causar sérios problemas para quem tem pressão alta e doenças cardíacas.

Embora a automedicação seja uma prática comum, todo cuidado é pouco na hora de tomar alguma substância medicinal. 

Com informações do site:1news