segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Casal se recusa a tomar a vacina e morre com 8 horas de diferença deixando 7 filhos


 
Foto: Reprodução
As mortes provocadas pelo coronavírus continuam altíssimas em vários países. Uma das maneiras mais indicadas pelos profissionais de saúde para evitar o contágio da doença é a vacina contra o vírus, que já tirou a vida de milhões de pessoas em todo o mundo.

Entre as vítimas fatais mais recentes do coronavírus, que provoca a Covid-19, estão Troy e Charletta Green, um casal americano que teve morte confirmada no mesmo hospital com apenas oito horas de diferença, deixando sete filhos orfãos.

Troy e a esposa eram moradores de Detroit, nos Estados Unidos e tinham 44 anos.   Os dois se recusaram a tomar a vacina contra a Covid-19 e acabaram sendo infectados, necessitando de internação depois disso.

O casal planejava viajar no mês passado, mas devido à doença não foram. Troy teve os sintomas iniciais no último dia 13, às vésperas da viagem e ele achou que seria melhor ficar em casa. Enquanto isso, sua esposa foi com a irmã e os filhos, mas também adoeceu enquanto estava na Flórida.

Troy e Charletta foram internados para tratar da Covid-19. Enquanto estavam no hospital, seu quadro se agravou e os dois precisaram ser submetidos à ventilação mecânica. A mulher, de acordo com informações da irmã, teve grande parte dos pulmões afetados pelo coronavírus.

Charletta foi a primeira a morrer, na última segunda-feira (06/09). Na madrugada da última terça-feira (07/09), cerca de oito horas depois, Troy também não conseguiu resistir ao agravamento da Covid-19 e teve morte confirmada pela equipe médica do hospital. Todos os sete filhos do casal foram vacinados.

Com informações do site: i7news