quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Dois suspeitos de participarem de ação que baleou delegado da Polícia Civil de Sergipe são presos em matagal


 
Foto: Reprodução
Na manhã desta quarta-feira (22), dois homens foram presos em um matagal na Praia do Refúgio, no Robalo, na Zona Sul de Aracaju. Eles são suspeitos de participarem da ação que baleou o delegado da Polícia Civil de Sergipe Marcelo Hercos, na tarde desta terça (21) em um posto de combustível na Zona de Expansão da capital. O suspeito pelos disparos continua foragido.

A prisão foi realizada pelo Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), após denúncia de populares. Eles foram conduzidos ao Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), unidade que está à frente das investigações.

A informação foi passada pela Secretaria de Segurança Pública, que inicialmente disse que a prisão havia ocorrido em uma pousada da região, mas o local foi corrigido.


Segundo o delegado e diretor do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Dernival Eloi, em depoimento os suspeitos contaram que se hospedaram em uma pousada em Aracaju, na terça-feira (21), e estavam com um montante de R$ 4 mil em notas falsas, que eram utilizadas para realizar pequenas compras e receber o troco em notas verdadeiras.

Ainda de acordo com o delegado, a polícia já identificou vários estabelecimentos que foram lesados em diferentes pontos da capital.

Os três homens devem responder por tentativa de homicídio, associação criminosa e estelionato consumado.

A defesa dos suspeitos negou que eles tenham repassado notas falsas no estado, e afirmou que o terceiro envolvido deve se entregar à polícia em breve e que ele tem interesse em colaborar com as investigações.

Em resposta, a SSP disse que os investigados vieram para Sergipe praticar crimes e vitimaram um servidor policial e que serão tomadas todas as medidas legais para que os envolvidos sejam apontados junto à Justiça pelos crimes praticados.

O crime
O delegado, que estava de folga, abordou três homens ao saber que eles haviam passado notas falsas em um estabelecimento comercial do posto. Um deles teria reagido e ferido o agente dando ré no veículo em que estava e disparando com a arma do próprio delegado.

Os suspeitos do crime fugiram em um veículo com placas da cidade de Salvador, que foi abandonado em um terreno próximo ao local do crime.

Quem tiver alguma informação que possa contribuir para a localização do outro suspeito deve ligar para o Disque-Denúncia pelo número 181.

Quadro de saúde do delegado
O delegado foi baleado com três tiros -- um no ombro e dois na região frontal (que atingiram duodeno e estômago). Ele foi socorrido e encaminhado para a Unidade de Saúde Fernando Franco e, em seguida, transferido para o Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse), onde chegou consciente e foi submetido a uma cirurgia.

Segundo a SSP, ele está intubado na Unidade de Apoio Crítico, onde está sendo acompanhado por uma equipe multidisciplinar. O estado de saúde é considerado grave.


Com informações do site: G1