sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Estudante de Engenharia de 19 anos é encontrada morta em Vitória da Conquista (atualizada);


 

Foto: Reprodução
Foi encontrado na manhã desta quinta-feira, 16, no município de Planalto, distante 50 km de Vitória da Conquista, Sudoeste do Estado da Bahia, o corpo da estudante do Curso de Engenharia, Sashira Camilly, 19 anos. que estava desaparecida. Informações dão conta que a jovem foi levada para o povoado Lagoa das Flores, zona rural de Conquista onde foi esfaqueada, estrangulada e morta. Ela havia sido dopada pelo ex-namorado com o medicamento rivotril dissolvido em um refrigerante e depois seu corpo foi levado para Planalto.

Segundo o Blog do Sena, o principal suspeito do homicídio é o ex-namorado da jovem, que teria cometido o ato com a ajuda de dois amigos e que o mesmo havia confessado o ato barbárie. Todos os envolvidos foram identificados e detidos pela Polícia Civil. O motivo do ocorrido ainda não foi divulgado.

Sashira era estudante da Faculdade Independente de Nordeste (Fainor), em Vitória da Conquista, e uma pessoa muito querida entre colegas e amigos.

O corpo foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Vitória da Conquista.

Coletiva de imprensa;

Após coletiva de imprensa, novas informações se somam na tentativa de elucidar o ato de feminicídio contra Sashira Camilly. O padrasto dela que presidente do Conselho de Segurança, Célio Barbosa, estava presente na mesa da coletiva. Além do presidente do conselho, estavam presentes a delegada Gabriella de Garrido e o delegado Marcos Vinicius.


De acordo com informações das autoridades policiais, um dos autores do ocorrido é ex-namorado da vítima, com quem havia se relacionado há dois anos, não namorado como foi citado anteriormente.

Eles também informaram que o acusado havia agredido a vítima quando os dois ainda se relacionavam e havia em desfavor dele uma medida cautelar em proteção a Sashira.

Após o período da medida, ele voltou a se reaproximar, já com o intuito de atentar contra a jovem.

Sashira Camilly foi levada para a Lagoa das Flores, zona rural de Vitória da Conquista, onde foi esfaqueada, estrangulada e morta. Ela havia sido dopada pelo ex-namorado com o medicamento rivotril dissolvido em um refrigerante.

Em vídeo, padrasto faz depoimento emocionante: “tentei, mas infelizmente não conseguir resgatar minha filha viva”

Durante a coletiva de imprensa, o padrasto de Sashira Camilly, Célio Barbosa, estava presente na mesa para dar mais informações sobre a morte da própria enteada. Em um relato emocionado, que comoveu os ouvintes, ele lamentou a morte precoce de Sashira e levantou a bandeira contra o feminicídio.

Confira o vídeo no YouTube do Blog do Sena;

*Matéria atualizada para acrescentar informações sobre a coletiva de imprensa e vídeo de relato emocionado do padastro de jovem que é presidente do Conselho de Segurança e correção do nome da cidade onde ocorreu o ato*

Com informações do site: Calilanoticias