terça-feira, 21 de setembro de 2021

Grávida de 9 meses perde bebê devido à ‘doença do gato’; família desabafa: ‘A noite inteira sangrando’.


 
Foto: Reprodução
A gravidez de Milena Glória foi interrompida de forma trágica com a perda do bebê aos 9 meses de gestação. De acordo com o site G1, a jovem de 19 anos descobriu estar com toxoplasmose, conhecida como “doença do gato”, no 5º mês de gestação. A família acusa o Hospital Municipal de São Vicente, São Paulo, de negligenciar o quadro de Milena.

A doença é causada por uma infecção provocada pelo parasita Toxoplasma gondii. O indivíduo pode ser infectado se entrar em contato com fezes de gato ou água contaminada, bem como, em carnes mal cozidas que também estejam contaminadas pelo parasita.

Ainda segundo o site G1, geralmente, a doença não provoca sintomas, o que dificulta ainda mais o diagnóstico. Os sintomas podem ser mais graves em pacientes imunossuprimidos e bebês recém-nascidos de mães acometidas pela infecção. Sabrina Segecs, prima de Milena, acusa o hospital por negligência ao não repetir os exames na jovem.

De acordo com a familiar, a prima já estava apresentando inchaço e dores. Mesmo com o quadro crítico, o hospital mandou que a jovem retornasse para casa à espera do parto normal. “Ela passou a noite inteira sangrando“, desabafou a prima de Milena. No último dia 19, a jovem retornou ao hospital, e, após exames, foi constatado o óbito da criança.

O Hospital Municipal São Vicente emitiu nota oficial a respeito do caso afirmando que todos os procedimentos necessários foram realizados na unidade hospitalar, e que o bebê veio à óbito antes da cirurgia de cesárea.

Com informações do site: i7news, Ingrid Machado.